Dia a dia

Ele acordou e foi até o quartinho do fundo, travar sua luta matinal com a
tábua de passar. Entrou no box do banheiro, considerou tirar os cabelos que
se acumulavam no ralo, desistiu. Saiu do banho acendendo um cigarro, se
vestiu e saiu de casa. Lembrou que devia dar apenas uma volta na chave. A
fechadura estava quebrada há mais de um mês e emperrava se desse duas
voltas. No caminho do ponto de ônibus, passou naquele boteco que se dizia
uma padaria. Tomou café e seguiu para o trabalho. Passou a manhã
resolvendo um problema nas contas do escritório, que se recusavam a bater
com as notas fiscais. Depois do almoço, acompanhou o seu chefe na reunião
com a empresa que tentavam conseguir como cliente. No final da tarde, se
dedicou à contabilidade de um dos clientes mais antigos. Saiu às 7, foi para o
ponto e esperou por quarenta minutos. Chegou em casa já eram mais de 8
da noite. Cansado, esquentou uma lasanha no microondas. Comeu, tomou
um banho rápido e adormeceu assistindo TV.

Acordou atrasado e foi passar roupa. Entrou no box, pensou de novo em tirar
os cabelos do ralo, mas estava atrasado. Saiu do banho, se vestiu e saiu de
casa. Lembrou que devia dar apenas uma volta na chave. No caminho do
ponto de ônibus, passou no boteco, engoliu o café e seguiu para o trabalho.
De manhã, as contas ainda não batiam. Depois do almoço com o chefe, nova
reunião com aquela empresa. No final da tarde, as contas se acumulavam.
Saiu às 8, perdeu o ônibus, chegou as 10. Tomou um banho rápido e foi
dormir com fome.

Perdeu a hora e correu para o banho. Os cabelos ainda estavam no ralo.
Vestiu a roupa sem passar e saiu de casa. Foi direto para o ponto. Seu chefe
veio perguntar porque as contas não batiam. Almoçou na mesa de trabalho.
Passou a tarde em reuniões. Saiu correndo às 8, pegou o ônibus e chegou
em casa às 9. Levou mais de uma hora tentando abrir a porta. Comeu o resto
da lasanha e dormiu sem banho.

Acordou, vestiu a roupa e saiu de casa. Uma volta na chave. O chefe estava
esperando na sua mesa. Disse que as contas tinham que bater hoje de
qualquer jeito. Saiu às 10. Chegou em casa e foi para o banheiro. Os cabelos
ainda estavam no box.

Acordou, saiu de casa, uma volta, as contas estavam erradas, almoço na
mesa, reunião, o chefe esperando na saída, amanhã é a última chance,
chegou às 8, tomou banho, os cabelos ali no ralo e foi dormir.

Acordou, saiu, a volta, as contas, o almoço, a reunião, o chefe, a demissão,
chegou, foi ao box, olhou para o ralo e tirou os cabelos que se amontoavam
ali.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s